PROGRAMA DE REFORÇO ESCOLAR PARA ALUNOS DA REDE PÚBLICA – REINALDO COPELLO DE CERQUEIRA FILHO

Programa de reforço escolar para recuperar a aprendizagem de alunos da rede de ensino estadual e acompanhamento psicológico para os transtornos pós pandemia de COVID-19.

Segundo a Agência Brasil, após dois anos de pandemia, estudantes precisam de reforço escolar para recuperar a aprendizagem. Segundo as famílias, pelo menos dois em cada três estudantes precisarão de apoio em algum conteúdo. Para 28% dos responsáveis, a prioridade das escolas nos próximos dois anos deve ser justamente a promoção de programas de reforço e recuperação.

Os dados são da pesquisa Educação Não Presencial na Perspectiva dos Estudantes e Suas Famílias, realizada pelo Datafolha a pedido do Itaú Social, da Fundação Lemann e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As perguntas foram feitas por telefone a 1.306 pais e responsáveis de 1.850 estudantes, em todo o país, em dezembro de 2021.

Para eles, os estudantes devem receber apoio em matemática (71%), língua portuguesa (70%), ciências (62%) e história (60%). Consideradas apenas crianças em fase de alfabetização, esse percentual sobe: 76% precisarão de mais atenção das escolas na retomada das aulas presenciais, segundo as famílias.

O que você achou dessa proposta?